Aqui você encontra a arte de contar histórias (storytelling)
entrelaçada à educação, literatura, brincar, educação ambiental e cultura de paz.

Importância dos Pés, da Boca e das Histórias - e da nossa torcida pelo Brasil - em tempos de copa


Por Fabio Lisboa

A importância dos Pés

Esta o escritor e teólogo Leonardo Boff nos conta muito bem:

"Sem os pés não teríamos o futebol para o qual os pés são tudo. É o esporte mais criativo, diverso e mobilizador que existe. É uma metáfora do que melhor podemos apresentar: a combinação feliz do desempenho do indivíduo com a cooperação do grupo. Pode ser uma verdadeira escola de virtudes: autodomínio, tranquilidade, gentileza e capacidade de perdão ao não retrucar ponta-pé com ponta-pé. Porque somos humanos, às vezes tal coisa pode acontecer. Mas não é permitida. O jogador é advertido, punido com cartão amarelo ou vermelho e até pode ser expulso.

História: Nasrudin e as contas do califa


Reconto: Fabio Lisboa

O califa contratou um contabilista que se disse honesto e exímio em contas. No dia marcado, o profissional entregou as contas num bonito papel contendo uma extensa planilha.

Todavia, quando o califa conferiu o trabalho, esbravejou:

- Se tivesse me roubado, mandaria que lhe cortassem a mão, mas como você errou alguns cálculos desta planilha, vai ter que comê-la!

Enquanto o descuidado contador cumpria seu castigo, o califa mandou chamar Nasrudin, este sim um mestre em matemática e honestidade.

- Nasrudin, vocé é capaz de me entregar as minhas contas de forma impecável?

- Sem dúvida, senhor, como 2 e 2 são 4.

Depois de alguns dias, Nasrudin voltou à presença do califa e lhe entregou as contas. O homem ficou surpreso:

- O que é isso, Nasrudin? Você escreveu as contas num pão sírio?

- É que além de honesto e bom em contas, sou também prevenido, senhor.
  
História da tradição oral sufi - Reconto: Fabio Lisboa

Referências
Livro: 200+ Mulla Nasrudin Stories and Jokes – OHEBSION, Rodney (Kindle edition – loc 103)

Foto: Manuscrito islâmico contendo números e versos baseados no Alcorão parte de um gris-gris – amuleto africano. http://abudervish.blogspot.com.br/2013_01_01_archive.html

Posts Relacionados

História Nasrudin: As aparências enganam


Mantenha-se conectado ao Contar Histórias no Facebook: 



História Nasrudin: As aparências enganam



O manto, o turbante e o jantar

História da tradição oral sufi recontada por Fabio Lisboa

Nasrudin foi convidado para um jantar suntuoso no palácio do emir. O mulá apareceu ao banquete de gala montado em sua mulinha, com suas roupas mais simples e surradas. Nem é preciso dizer que ele sequer conseguiu passar do portão de entrada vestido daquele jeito.