Aqui você encontra a arte de contar histórias (storytelling)
entrelaçada à educação, literatura, brincar, educação ambiental e cultura de paz.

Curso: Oficina Princípios da Arte de Contar Histórias

Fabio Lisboa ministra palestra e conta histórias no Centro de Formação Profissional e Educação Ambiental
(clique na imagem para ampliá-la)

(bem abaixo, no fim deste texto, há a divulgalção de Palestra Gratuita e, se por algum motivo não conseguir visualizar a imagem acima, leia o texto logo abaixo)

Oficina Princípios da Arte de Contar Histórias

Neste workshop, buscaremos os elementos que transformam a “Hora do Conto” em um momento inesquecível. Enfoque na interatividade e no aspecto emocional das histórias na escola: “Conquiste corações, conquiste a sua classe.” Mas será possível encontrar técnicas de contação de histórias que agradem crianças, jovens e adultos?

Dia: 26/03 (sábado)
Duração: 4 horas
Horário: 9:30h
Investimento: R$ 50,00 (incluso handout (resumo do conteúdo em 1 página), certificado e coffee break)
Local: Livraria Internacional SBS Butantã
Endereço: Av. Vital Brasil, 695, Butantã - São Paulo/SP
(a 5 minutos de ônibus da Estação de Trem CPTM - Hebraica-Rebouças / Shop. Eldorado) www.sbs.com.br
Link para o mapa
Mais informações: (11) 2548 5698

PALESTRA GRATUITA

O Tradicional e o Novo ao Contar e Criar Histórias

Palestra que parte da ideia do livro O Mistério Amarelo da Noite e que agrega: explanação teórica sobre a tradição oral, hipermídia e os novos suportes e recursos audiovisuais para a arte, performance de contação de história, atividade de incentivo à criação literária e debate.

Dia: 19/03 (sábado)
Duração: 1:30 hora
Horário: 11h
Investimento: Evento Gratuito
Local: Livraria Internacional SBS Butantã
Endereço: Av. Vital Brasil, 695, Butantã - São Paulo/SP
(a 5 minutos de ônibus da Estação de Trem CPTM - Hebraica-Rebouças / Shop. Eldorado) www.sbs.com.br
Link para o mapa
Mais informações: (11) 2548 5698

Curso Básico de Formação para Contadores de Histórias (gratuito)


Confira Dicas de Preenchimento da Carta de Intenção e publicação on-line gratuita
no link abaixo

Uma oportunidade gratuita e um inesquecível aprendizado sobre a Arte de Contar Histórias. Num lugar que literalmente tem história: a Biblioteca (temática de Contos de Fada) Hans Christian Andersen! Leia a recomendação no fim da postagem.

Adianto que não é fácil passar no processo de seleção e é preciso já ter algum tipo de iniciativa (como profissional ou voluntário) na contação de histórias. Mas conheço pessoas (como eu :) que não desistiram e participaram do processo uma, duas, e na terceira ou quarta vez conseguiram...

Curso Básico de Formação para Contadores de História (PRIMEIRO SEMESTRE 2013)
Inscrições: de 18 a 28 de fevereiro.
Início do Curso: 16.março.2013
Período: das 09h30 às 13h30 (sábado)
Término previsto: 06.julho.2013.

Inscrições pessoalmente. Trazer carta de interesse e documentos pessoais.Seg a sex: 11h ás 18h
sábado 10h ás 15h

BIBLIOTECA TEMÁTICA EM CONTOS DE FADAS
HANS CHRISTIAN ANDERSEN
Av. Celso Garcia - 4142 - Tatuapé.
03064-000 - São Paulo - SP
Tel/Fax: (11)2295-3447

Coordenação - Ana Luisa Lacombe
Professores: Eliana Atihe, Simone Grande, Kelly Orasi, Ilan Brenman, Viviane Barrichello, Betinho Sodré, Leila Garcia, Marly Vidal e Anita Deixler.



Curso básico de formação para contadores de histórias (gratuito) (2011)

Carga Horária: 60h. 35 vagas.

Inscrições: de 21 de Fevereiro a 05 de março, pessoalmente na Biblioteca. (2ª a 6ª feira das 9h às 16h e sábado das 10h às 15h);

Endereço: Av. Celso Garcia, 4142
Tatuapé - 03064-000 São Paulo, SP

(a dez minutos do metrô Tatuapé)

Tel.: 11 2295-3447 
Horário: 2ª a 6ª feira das 8h às 17h e sábado das 9h às 16h
Coordenadora: Luciana Maria de Melo
bmhanscandersen@yahoo.com.br
O curso será realizado na Biblioteca Pública Hans Christian Andersen.

Dias: Aos sábados, das 9h às 13h, de 19 de março a 25 de junho.

 Critérios de seleção:
Idade a partir de 18 anos;
Total disponibilidade para se dedicar ao curso e às atividades práticas*;
 Experiência comprovada em pesquisa ou trabalhos multiplicadores na área de narração de histórias em projetos sociais, terapêuticos, educativos e/ou artísticos (profissional ou voluntário);
Bom uso da palavra em seu favor para expressar seu interesse e necessidade pelo curso.
Ficha a ser preenchida no ato da inscrição;
Carta de interesse (de preferência levar já escrita)
Levar cópia de comprovante de estudo ou atividade que realiza na área de narração de histórias.


O Blog Contar Histórias Recomenda este curso
Tive a felicidade de participar da segunda turma deste curso, quando era coordenado por Kelly Orasi em parceria com Ana Luísa Lacombe e Simone Grande. A mestra e curadora Kelly Orasi trouxe também convidados especialistas em áreas correlacionadas como música (como Wilson Dias), voz (Viviane Barrichello), dança (Leandro Medina) e na arte de brincar (Chico dos Bonecos).

Os tarimbados coordenadores Giba Pedrosa e Lili Flor também não deixaram de trazer convidados especiais. Em 2013, com a coordenação de Ana Luísa Lacombe, boas surpresas vão aparecer! No final do curso, os alunos novamente terão a oportunidade de se apresentarem em bibliotecas públicas. O curso proporciona experiências narrativas (e até algumas inenarráveis, rs) para a vida toda!


A biblioteca conta com:
Visita Monitorada com Contação de Histórias
Às 3as feiras, a partir das 9h, mediante agendamento prévio.

Site Oficial da Biblioteca:

Artigo do Blog Contar Histórias:
Hans Christian Andersen, as narrativas pessoais e a resiliência infantil: De Patinho Feio a Cisne

Contador de histórias voluntário

Abra o seu coração e um livro de histórias...
Inscrições abertas na Associação Viva e Deixe Viver e em outras instituições

Na foto, Dora, a encantaDORA contaDora de histórias que as crianças... (adivinhem) aDORAm :O) !
“Constantemente impactado pela mídia, o ser humano muitas vezes é tratado como objeto. Torna-se cada vez mais urgente disseminar a causa da humanização em todos os níveis e sabemos que a educação é a salvação tanto para a saúde como para o meio ambiente. 

Isto é o que pensa o diretor-fundador da Associação Viva e Deixe Viver, Valdir Cimino e, para ele, o contador de histórias pode exercer um papel importante fazendo do entretenimento de crianças (e adultos) um momento educativo mas, acima de tudo, um momento pessoal, afetivo, de troca, contagiante: humano!

Vídeo: Não Bata, Eduque! - Contar Histórias e Cultura de paz

Uma campanha a favor dos direitos das crianças e contra os castigos físicos e humilhantes.
Campaing for ending physical punishment


Cada geração tem a chance de interromper o ciclo de violência imposto pela geração anterior. Claro que do ponto de vista dos autores da prática (especialmente pais e pessoas próximas), eles não acham que estão sendo violentos e sim estão “educando”. Mas a “palmada educativa” tem se mostrado ineficaz e quase sempre gera o efeito inverso do esperado pelos que as aplicam: as crianças se sentem agredidas, indefesas, incompreendidas. A “surra psicológica” também gera o mesmo efeito negativo.

Amar, dialogar, ouvir, compreender, ensinar, disciplinar, aprender, proporcionar atividades prazerosas, brincar e contar histórias, claro, são algumas das melhores ações educativas possíveis para alimentarmos o ciclo de uma cultura de paz.

Veremos então a relação entre o ato de Contar Histórias e a Cultura de paz, os efeitos do castigo físico e humilhante e começaremos o artigo com uma reflexão sobre como (muitas vezes sem querer) alimentamos o “ciclo da violência” e a importância de quebrá-lo.

Alimentando o ciclo da violência*

Vídeo: Crianças veem. Crianças fazem.


Children See. Children Do. Make your influence positive.
Crianças veem. Crianças fazem. Faça a sua influência positiva.


(NAPCAN's Campaign for a Child Friendly Australia)
  







About NAPCAN