Aqui você encontra a arte de contar histórias (storytelling)
entrelaçada à educação, literatura, brincar, educação ambiental e cultura de paz.

100 indicações de livros infantis e juvenis imperdíveis - divididos por faixa etária

 
Pepitas, diamantes e outras preciosidades... Para gostar de ler, da creche ao 9º ano
  

Para quem gosta de histórias, seja para contar, ler ou ensinar a gostar de ler, esta edição especial da Revista Nova Escola é uma mina de pedras preciosas a ser explorada. Um valioso repertório que pode nos ajudar a desvendar o que faz um livro ser imperdível?

O Mistério do Cinco Estrelas de Marcos Rey
Como sempre, no formato “revista”, o mapa para a leitura das matérias é o leitor quem traça. No meu caso, em vez de ir seguindo as recomendações de livros imperdíveis por idade (até porque os imperdíveis também transitam livremente entre essas divisões etárias) fui primeiro sobrevoando todas as seções e só depois adentrei as cavernas mais profundas das palavras onde encontrei... ah, pegue sua lanterna, vamos aos poucos aclarando os escritos e descobrindo juntos os achados. Aí, no fim, talvez se lembre de alguma preciosidade que você já achou (na vida) e de outras que ainda pretende ir atrás!
A História sem fim de Michael Ende
 Por dentro da mina literária
O Grúfalo de Júlia Donaldson
Com a revista em mãos, primeiro fui folheando as páginas alucinadamente para ver se encontrava novidades e velhos amigos! Felizmente, encontrei ambos! Primeiro, reencontrei os velhos companheiros ainda reluzentes como O Mistério do Cinco Estrelas de Marcos Rey (em “Livros para Crescer”, de11 a 14 anos), A História sem fim de Michael Ende (“Livros para se aventurar” de 6 a 10 anos) O Pequeno Príncipe de Exupéry, Contos de Grimm, Andersen, Pinóquio, e na consagrada série de Mary e Eliardo França (“Livros para Explorar”até 3 anos) - como O Mais bonito! – alguns dos quais, por sinal, me lembro até hoje com carinho da ternura das ilustrações e da fluência dos divertidos textos (não só que eu pedia insistentemente para a minha mãe contar enquanto eu não sabia ler, como foram os primeiros que eu incansavelmente aprendi a ler e reler sozinho!)!

O Mais Bonito! de Mary França e Eliardo França

Depois, fui reparando nos clássicos mais recentes como Canciones Curiosas-Palavra Cantada- de Sandra Peres e Paulo Tatit (recomendados para crianças até 3 anos), O Grúfalo de Júlia Donaldson (4 e 5 anos), já para os de 6 a 10 anos, Setes Histórias para sacudir o esqueleto de Ângela Lago, Chapeuzinho Amarelo de Chico Buarque e O Fazedor de Amanhecer de Manoel de Barros, Coração não toma sol de Bartolomeu Campos de Queirós e, para os de 11 a 14 anos, A Bolsa Amarela de Ligia Bojunga, As Crônicas de Nárnia de C. S. Lewis e Ana Z., onde vai você? de Marina Colassanti.
Lampíão & Lancelote de Fernando Vilela
A  seguir, descobri tesouros recém-desenterrados, passeando novamente pelos “Livros para Explorar” com o Telefone sem fio do Ilan Brenman, nos “Livros para Sonhar” achei Uma chapeuzinho Vermelho de Marjolaine Leray, a seguir, nos “Livros para se aventurar”, Lampíão & Lancelote de Fernando Vilela, Em busca de Mim de Isabel Vieira e, nos “Livros para Crescer”, As Coisas de Arnaldo Antunes e Irmão Lobo, de Michelle Paver. Este último me chamou a atenção pela recomendação da jovem leitora, não aguentei esperar, comprei o original em inglês no e-reader e comecei a ler, e posso garantir que o começo da obra é estonteante. Na reportagem, Joana Schuartz, de 12 anos, diz que recomenda Irmão Lobo “pois ele retrata a natureza de um ponto de vista muito diferente do que nós temos, quase como se ela fosse viva. Além disso, a história é muito envolvente e prende a atenção do leitor”.

Em busca de Mim de Isabel Vieira
De lanterna na mão, em busca de nossa luz!
Em cada seção, um depoimento de leitor, e cada um contando sua experiência tão pessoal ao explorar a profunda mina de nós mesmos que só com a ajuda dos livros conseguimos adentrar. Sobre a sua experiência enquanto jovem-não-leitor que descobre um tesouro escondido, Jorge Miguel Marinho, autor e professor de literatura conta que estudava em escola de madeira e o centro de São Paulo era tão longe que nem existia. “Meu pai era caminhoneiro e vivia longe. (..) Os amigos jogavam bola lá longe onde eu, tímido, não chegava. A vida era longe, qualquer livro era longe. Foi então que Rosa pôs O Pequeno Príncipe na minha certeira. Li o livro em silêncio, de uma vez. Fiquei dentro da história, amigo do príncipe que vinha do outro lado do mundo e era tão próximo, com a cabeça viajando perto da fantasia, junto com a fantasia, dentro da fantasia. Foi a primeira vez que eu toquei a vida bem de perto e fiquei bem dentro de mim.”

Como Jorge Miguel Marinho, como um arqueólogo de mim mesmo, feliz ao escavar e encontrar, no fim das buscas, um artefato intacto e completo: um conto inédito de Heloísa Prieto - O Livro Imperdível!

Aprofundando o conhecimento literário...
Incansável nas escavações intelectuais, recomeço a leitura da revista embrenhando-me agora na fala dos especialistas, começando pelo fim, onde a escritora Márcia Leite pergunta “O que seriam os livros imperdíveis? Seriam os que nunca se perdem dentro de nós?”.

Mitos e Lendas do Brasil em Cordel de Nireuda Longobardi
Logo no começo, os editores dão a palavra a Ítalo Calvino para ajudar a definir exatamente isto, um livro imperdível “é o que acende no leitor um permanente desejo de seguir sempre adiante, em busca da construção do sentido da vida.”. Mas, sinceramente, será que um dia os jovens leitores vão ligar para isto, ou isto para eles não faz o menor sentido? Talvez, se cruzarem com bons professores e mediadores de leitura, esta fará, sim, sentido. Provavelmente, fará muito sentido, se encontrarem um mestre com um brilho no olhar e nas palavras, um garimpeiro persistente, um verdadeiro contador de histórias, que nunca deixa de se apaixonar pelos livros e por descobrir suas riquezas...

A História sem fim de Michael Ende
...para a vida...
Termino a leitura desta edição especial com a sensação de que voltarei a ela sempre que precisar de uma pepita enriquecedora da alma. Encerro esta resenha do blog na encruzilhada de um diálogo professor-aluno (representando os papéis mediador-leitor), um preocupado com uma coisa, outra com outra, duas retas paralelas de caminhos muitas vezes subterrâneos e distantes mas que talvez, em algum ponto futuro,  se encontrem. E quem sabe neste dia, possam descobrir juntos, em meio ao carvão das minas, um diamante.

Preocupados em ter que cumprir uma leitura sem sentido num prazo apertado, os alunos adolescentes perguntam e a então professora Márcia Leite, responde, brilhante, com o coração: “- Para quando é o livro, professora?”. “- Para sempre, para a vida toda.”.


PS: Qual é a sua lista de imperdíveis? Compartilhe nos Comentários (ou na Fanpage do Blog no Facebook) alguns livros que marcaram a sua época e talvez até hoje possam mudar o seu mundo (e o nosso)...
 
Posts relacionados

600 livros antes de entrar para a escola: as crianças dão conta?

A contadora de histórias Edi Fonseca recomenda "Uma Chapeuzinho Vermelho" e conta um trecho da história

Como Comprar
Este Especial da Revista Nova Escola (custa R$ 6,90) e está nas bancas desde julho de 2012 ou na Loja Virtual (também disponível na versão digital para tablets): Clique para adquirir a Revista digital.
Obs: o blog Contar Histórias não recebeu nada da Editora Abril ou de qualquer outra editora e fez esta resenha em função da alta qualidade da publicação. Acreditamos ainda que a mesma possa auxiliar profissionais da área, pais, mães e demais incentivadores de leitura.

Como navegar na edição especial Nova Escola 100 indicações de livros nos tablets?

Livros para uma vida

Dezoito educadores selecionaram 204 obras essenciais para serem lidas do Ensino Infantil ao Ensino Médio: http://educarparacrescer.abril.com.br/livros/

 

2 comentários:

Léa Ribeiro disse...

Obrigada! Adoro as histórias de Nasrudin.

Unknown disse...

Adorei a indicação e tenho o prazer de já ter lido alguns e encontrei outros que estão em minha lista de desejos com lampião e Lancelote de Fernando Vilela (que adoro)

Postar um comentário